:: Urgências e Ambulância : 0034 659 46 91 46 :.
Serviço integral e personalizado
.

> Fausto Andrés

 

10 REGRAS PARA COMPRAR UM ANIMAL DE COMPANHIA 

1

 Esteja seguro de que um animal de companhia se adapta ao seu modo de vida actual e futuro antes de que compre um (ou aceite um gratuito). Esse cachorro vai crescer. Esse gatinho pode usar  os seus móveis como poste para arranhar se näo lhe proporciona um sucedâneo apropiado. Está a pensar mudar de domicílio num futuro próximo e näo tem a certeza de que possa levar consigo os animais? Esta näo é nenhuma desculpa para matar um animal de companhia ou para desviar a responsabilidade para outra pessoa e muito menos para abandoná-lo. Você sabe que os veterinários säo requeridos para eutanasiar mais animais de companhia por causas de conducta, que por causas médicas?. Isto reflecte uma falha por parte dos donos, näo dos animais de companhia. Os animais de companhia ocupam tempo e säo merecedores do seu tempo quando você toma a decisäo consciente de levar um para a sua casa. Seja honesto consigo mesmo: näo “lhe conceda uma oportunidade” que näo tenha esperança de êxito. Mais de 1800 vezes cada hora, de cada dia, só nos Estados Unidos estes  animais säo sacrificados.

 

2

Esteja seguro de que pode ser dono responsável dum animal de companhia. Embora cada um se considere a si mesmo responsável, os factos dizem outra coisa. Você acha que os gatos seriam sempre capazes de vagabundar no mundo exterior? Errado! Você pensa que é uma pena näo ter pelo menos uma ninhada do seu actual animal de companhia antes que seja castrado? Errado! É correcto soltar o seu cäo sem uma trela porque lhe obedece sempre? Errado! Os animais de companhia necessitam o nosso cuidado, a nossa protecçäo e a nossa preocupaçäo. Näo säo objectos de usar e jogar fora quando se comportam de modo incorrecto, quando se fazem velhos, quando vivem mais tempo que o que dura o seu valor como diversäo ou quando apresentam problemas.  

 

3

Esteja seguro de que pode permitir-se o luxo dum animal de companhia antes de que adquira um. Os animais de companhia têm necessidades e é um erro de previsäo pensar que o custo da compra é o último gasto exceptuando o alimento. Os animais de companhia necessitam os seus cuidados e os de expertos, em matéria sanitária e em outras matérias (controlos anuais, prevençäo de doenças, ensino, seguros, etc...). Ainda assim, a maioria das pessoas crê que um animal de companhia dá sempre muito mais do que possa custar. No caso de que surjam necessidades económicas, existem alguns organismos de serviço público que procuraräo que você possa ter o seu animal de companhia castrado a baixo custo ou sem nenhum gasto. Näo aproveitar estes programas é um reflexo de irresponsabilidade, näo de pobreza. 

 

4

Nunca compre um animal de companhia por capricho. A maioria das “fábricas” de cachorros/gatinhos prosperam como consequência da sua conducta. Você quer resgatar esse pobre cachorro da sua clausura? Näo suporta você ver esses gatos encerrados nessa jaula suja? As suas intençöes podem ser nobres, mas está a contribuir directamente para que um número cada vez maior desses animais sejam produzidos e vendidos dessa maneira. Se você quer interromper a cadeia de acontecimentos que faz com que isto aconteça, näo compre um animal de companhia nestes estabelecimentos e ponha de sobreaviso outras pessoas para que também näo o façam.

 

5

Se você näo necessita dum animal de companhia com fins de exibiçäo, pense em adoptar um animal que necessite uma casa. Há organizaçöes que dispôem de serviços de adopçäo. Utilize-os. Se näo necessita uma raça pura, visite os albergues locais. Nem todos os albergues estäo formados de igual forma. Apenas devem tratar com aqueles que albergam no coraçäo os melhores interesses dos animais. Os albergues responsáveis quereräo assegurar-se de que os animais väo destinados a uma casa apropiada e de que você conhece as suas responsabilidades e está bem informado dos cuidados que necesita o animal.

 

6

Se deseja um animal de companhia com fins de exibiçäo ou crê que  é possivel que algum dia possa desejar destiná-lo à reproduçäo, trate unicamente com um criador honrado. Indubitavelmente, os criadores estaram afiliados a clubes da raça  pertinente, e dispôem de informaçäo sobre o cuidado da saúde ao largo de várias geraçöes e, seleccionaram os seus animais de doenças genéticas. Acuda aos clubes e a centros veterinários e solicite informaçäo e a lista de criadores recomendados na sua zona. Antes de que lhe confiem um dos seus animais, muitos bons criadores dedicam mais tempo em investigar-lhe a você que o que você empregaria em julgá-los. Uma norma adequada é näo comprar nenhum animal de raça pura onde näo possa ver ao menos a um dos progenitores e onde também näo possa conseguir nem a história médica nem o expediente do comportamento de ambos.

 

7

Se tem a intençäo de comprar um animal de raça pura, consulte o veterinário para o que se refere aos possiveis problemas hereditários nessa raça e se se podem determinar antes de comprá-lo. Os criadores que estäo verdadeiramente interessados na raça estaräo satisfeitos de rever consigo estes temas e, se é possivel, ofreceräo-lhe provas de que a raça está “limpa” ou poderäo dar-lhe uma garantia. Näo se pode dizer o mesmo dos criadores com falta de discernimento e de alguns estabelecimentos que se dedicam à venda de animais de companhia. Qual é a sua política se o seu novo animal de companhia tem um defeito hereditário? Nos estabelecimentos de venda de animais de companhia é frequente uma política de apenas uma única troca  embora saibam que uma vez que um animal foi bem acolhido numa família, a maioria das pessoas näo säo capazes de devolvê-lo. Por vezes, estes problemas também podem suceder aos criadores honrados e precisamente a forma com que säo tratados é um indício do responsáveis que säo. Antes de comprar, informe-se sempre. Seja precavido!

 

8

Seja razoável quando se chega ao preço da compra. Você pode comprar um animal de companhia com “papéis” por 150 ou 1500 €. Qualquer dos dois preços poderiam näo ser adequados. Pregunte-se a si mesmo o que está a pagar com o seu dinheiro. Houve um cuidado pré-natal excelente para a mäe e o cuidado sanitário adequado para os cachorros/gatinhos? Ou estará você a pagar o frete e o espaço da jaula dum animal enviado dentro dela por via marítima com origem num lugar distante? Foram os progenitores campeöes (documentados), ganharam campeonatos de obediência e estam “limpos” de transtornos hereditários? Permanecem os animais em alojamentos limpos e higiénicos e foram perfeitamente socializados? Está o criador/vendedor acreditado na autoridade sanitária responsável? Estas questöes säo muito mais importantes que ter papéis, embora por vezes seja imprescindivel. Apoie os criadores que procuram realizar o trabalho correctamente e esperam ter uma melhor receita.

 

9

Imediatamente depois de adquirir um novo animal de companhia, faça uma marcaçäo no seu veterinário e leve consigo toda a informaçäo que possuia sobre o cuidado sanitário anterior e uma grande lista de perguntas, que o seu veterinário responderá amavelmente. Também é prudente levar uma amostra de fezes já que parasitas tais como as lombrigas näo säo insólitos mas exigiräo o diagnóstico e o tratamento adequados. Os cachorros e os gatinhos necessitam de uma série de vacinaçöes quando säo jóvens e posteriormente doses periódicas de reforço todo os anos, assim como sistemas preventivos personalizados. E, assegure-se de ter o seu novo animal de companhia castrado ou ovariohisterectomizado täo pronto quanto o seu veterinário o recomende. Näo espere para o fazer no momento dos primeiros “cios” ou da primeira ninhada. Sabe que você pode diminuir de modo importante o risco de tumores mamários nas cadelas submetendo-as à intervençäo cirúrgica da ovariohisterectomia antes dos primeiros cios? Os machos castrados também têm um risco reduzido de problemas de próstata e tumores de testículos nas últimas etapas da sua vida. Pergunte ao seu veterinário sobre sistemas integrais de prevençäo, merece a pena.

 

1 0

Se está verdadeiramente interessado nos animais de companhia e no seu bem estar, demore o tempo que necessite para compreender as consequências e por que razäo säo sacrificados tantos animais de companhia todos os anos. Proporcione uma casa a um animal de companhia necessitado. Näo admita um animal de companhia que näo se adapte ao seu modo de vida. Näo compre um animal de companhia como um capricho. Näo aprove as vendas irresponsáveis de animais de companhia. Näo se converta num criador de pátio traseiro nem compre um animal de companhia a um deles. Assegure-se  de que os seus animais de companhia têm sistemas de prevençäo adequados. E, se conhece a alguém que näo sabe o que se faz, informe-o, ou dê-lhe uma cópia deste folheto.  

 


PUNTA UMBRÍA: Plaza de los Marineros, s/n - Tel. 959 31 59 38 - Fax: 959 65 90 42 info@vetpunta.com
HUELVA: c/. San Sebastián, 8 - Tel. 959 28 42 42

Equipa humana · Diagnóstico por imagem · Cirurgia · Laboratório · Hospital · Clínica veterinária · Unidade Móvel · Assesoria · Treino Animal · Cabeleireiro

Loja · Informacäo · Ligaçöes · Contactos · Procurados · Adopçöes

Centro Veterinario Punta

 - Hospital, Clínica Veterinaria e Loja -

- © Copyright Centro Veterinario Punta - Taduzido por André Caetano